segunda-feira, abril 23, 2007

Diga ...

... Bom Dia, com Mokambo !
Pois como se pode ver, estou por cá ... por vezes, a falta de tempo não me permite vir cá, e deixar neste pequeno "Terreno" as minhas divagações ...
Tive que vir cá para partilhar uma "piquena" notícia que li no passado sábado ...
Passo a transcrever :
"Vaticano decreta o fim do limbo para as crianças - mesmo não baptizadoss, os bebés podem aspirar à comunhão com Deus
O Papa Bento XVI aprovou ontem as conclusões de uma Comissão Teológica Internacional que põe fim ao conceito de limbo, o lugar onde as crianças mortas não baptizadas permaneciam na eternidade, sem possibilidade de comunhão com Deus.
A decisão Papal conclui vários anos de estudo sobre o conceito de limbo, considerado por aquela comissão como baseado numa "concepção excessivamente restrita da salvação", pode ler-se nas suas conclusões.
Em 1984, o então Cardeal Ratzinger afirmara pronunciar-se, "a título pessoal", pelo fim da hipótese" de existência do limbo.
O documneto assevera que Deus é misericordioso e deseja "a salvação de todos os seres humanos", existindo "fortes bases teológicas e litúrgicas para esperar que, uma vez mortos, os bebés não baptizados são salvos". Desde a Idade Média, ainda que não sob a forma de dogma, o limbo era apresentado na doutrina como um lugar entre o paraíso e o inferno onde permaneciam as crianças mortas sem baptismo.
As decisões da comissão correspondem, de algum modo, ao consagrado no Catecismo da Igreja Católica em vigor, onde se refere estarem à mercê da misericórdia divina as crianças mortas sem baptismo. A comissão considera que este é um tema a urgir uma resposta urgente, atendendo ao número crescente de não baptizados e à percepção da incompatibilidade entre um Deus misericordioso e a radical exclusão da possibilidade de comunhão com Ele dos mortos sem pecado.
Presidida pelo Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o Cardeal americano William John Levada, a comissão afirma ainda não ser justo castigar as crianças pelo facto de seus pais não serem católicos praticantes ou, mais grave ainda, por lhes ter sido roubado o direito à vida pela prática do aborto.
O documento, que não foi ainda divulgado oficialmente, estava ontem parcialmente disponível no site da agência Catholic News Service, nele se traçando o percurso do pensamento da Igreja na matéria desde Santo Agostinho" In Diário de Notícias, Sábado, dia 21 de Abril de 2007, página 31
Como podem imaginar, quando li esta notícia, desatei às gargalhadas ... Peço desculpa se estou a ferir alguma susceptibilidade a alguma pessoa que ler esta "poste", mas a verdade, é que os meus princípios desatarm a rir quando lerem sito ... Como é possível que um País, ou uma Instituição, a Igreja, ou Whatever, só agora é que pondera este tipo de coisas ?!?!?
Ah, a verdade é que as criancinhas, não precisam de serem baptizadas para se morrerem de repente,a alminha delas não fica encurralada no tal de Limbo ....
Mas não é rídiculo serem um dos Países mais ricos do Mundo ... Argh ...
Tinha que "esbafar" ... Have a good night !!!

** Hasta **

1 comentário:

  1. ESSE GAJO É UM IDIOTA...(só para não apostar no palvrão...)

    ResponderEliminar

Hit me....